E a vida vai andando

Maio 30, 2017

Texto de Catarina Mota

 

E a vida vai andando. Embrenhados nas nossas rotinas do quotidiano, os dias vão-se sucedendo, um após o outro. Passam a voar, como muitas vezes dizemos. Quando alguém nos pergunta se há novidades, respondemos que "novidades, só no Continente!". Até que um dia...

 

Um dia, a vida decide pregar-nos uma partida, por-nos à prova, colocando-nos perante alguma situação que nos faz balançar, que abana com a nossa vida tão estruturada, que desafia a nossa mente tão cheia de certezas. Acontece com muitos de nós, senão mesmo com todos.

 

Foi o que aconteceu com uma aluna e amiga minha recentemente. Após uma consulta médica, soube que as "dorzitas" que andava a sentir nas costas, deviam-se a um problema grave de coluna. Segundo o médico, durante um tempo (ainda indeterminado, mas que se prevê longo...), não pode flectir a coluna para trás, nem para a frente, muito menos fazer torções. Foi com muita tristeza que ela me disse que não podia mais fazer yoga...Pediu-me que a deixasse assistir às aulas, sentadinha, de olhos fechados, porque lhe fazia muita falta. "Claro que sim", respondi eu! Aproveitei para lhe lembrar que ela podia continuar a praticar yoga, quando muito, não podia era praticar asana e que, neste momento, precisava mais viver o yoga, do que praticá-lo na sala de aula.

 

Isto fez-me reflectir sobre o que é viver o yoga.

 

Quando me perguntam o que é o yoga, a primeira coisa em que penso é que yoga é viver de forma mais consciente. É manter o centro, a serenidade, independentemente das circunstâncias. Ter uma atitude de contentamento, escolhendo estar bem, independentemente do exterior. Trabalhar a aceitação do que cada momento traz, acreditando que existe um plano maior do qual todos fazemos parte e que podemos nem sempre ter o que queremos, mas sempre temos o que precisamos para crescer.

 

Aceitar o que não podemos mudar. Esse é o passo principal para a transformação. Sermos mais como os nossos mestres cães, que estão no aqui e agora. Enquanto escrevo, as minhas patudas não estão chateadas a pensar que queriam estar na praia, em vez de estarem em casa. Quando vão à praia, aproveitam ao máximo, mas fazem o mesmo quando estão em casa. Aproveitam o melhor de cada momento.

 

Nós, humanos, sofremos porque as coisas não são como queríamos que fossem, não aproveitamos as pequenas coisas, os prazeres simples, as bençãos que nos são dadas a cada instante. Por isso, há que aprender a aquietar a mente, aceitar o momento, tirar o máximo de cada instante, vivendo da melhor forma com o que temos, lembrando que não há bem que sempre dure, nem mal que nunca acabe, como dizia a minha avó. Relaxar e entregar. Deixar fluir. Dançar conforme a música do momento. Elevarmos os nossos pensamentos e emoções acima das circunstâncias. Fazer as pazes com o fluxo da vida, relaxar e confiar. Não tentar sequer controlar o que não controlamos. Controlar apenas o que podemos controlar: nós próprios e a nossa reacção perante as coisas.

 

Tudo isto para mim é yoga na vida.

 

 

 

 

Comentários

A tua aluna e amiga pode ser eu???
“A verdadeira prática de yoga é a que fazemos por dentro ”
“Aceitar o que não podemos mudar”
“Yoga é viver de forma mais consciente.É…………….mas sempre temos o que precisamos para crescer.E aceitar o que não podemos mudar.”
“E a vida vai andando”

Pois é!!!
Quanta sabedoria e simplicidade rica nessa partilha! Parece tão obvio, como é possivel esquecer o principal motivo que nos trouxe aqui, a esta vida! SER FELIZ E CONTRIBUIR O UM TODO MELHOR! Bem-hajas Minha Amiga Linda por estares no meu CAMINHO*

Gostei do que li. É por isso que em cada fim de dia eu agradeço. Agradeço à Luz do Universo. Ao superior que pressinto.

Por favor, deixe aqui os seus comentários

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


*

Conteúdos exclusivos para ti

Tem acesso a conteúdos exclusivos por um dia, um mês, um ano, tu decides.
Subscreve os nossos planos

VER MAIS

Ganha acesso a conteúdos exclusivos em primeira mão!

AtriaYoga © 2019, Todos os direitos reservados

topo